jc
Indígenas

Estudantes indígenas da UFRGS ocupam prédio no centro de Porto Alegre

Grupo de estudantes indígenas da UFRGS, em sua maioria mães, reivindicam construção de uma Casa do Estudante Indígena

07/03/2022 10h31Atualizado há 3 meses
Por: Fernando Gadret
Fonte: Sul21
52
(Foto: Alass Derivas - Deriva Jornalismo)
(Foto: Alass Derivas - Deriva Jornalismo)

Um grupo de aproximadamente 50 estudantes indígenas, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) em sua maioria mães, ocupou, na tarde deste domingo (6), o prédio onde funcionou a Secretaria Municipal de Indústria e Comércio de Porto Alegre, na entrada do Túnel da Conceição, e que hoje está abandonado. As estudantes indígenas dos povos Kaingang, Xokleng e Guarani reivindicam a construção de uma Casa do Estudante Indígena, demanda antiga, que até hoje não foi atendida pela Universidade.

O coletivo de estudantes indígenas quer que o prédio abandonado seja aproveitado para moradia estudantil onde possam permanecer com seus filhos e que sejam garantidas também bolsas de permanência para todos os estudantes indígenas na universidade. Gah Té Iracema, kujà, pajé do povo Kaingang, que recentemente foi indicada pela UFRGS para o título de Dra. Honoris Causa, está participando da ocupação. As estudantes destacam que o prédio ocupado está abandonado há muito tempo e virou um ponto para usuários de drogas.

O coletivo de estudantes indígenas assinalou que, em uma carta dirigida à Coordenadoria de Acompanhamento do Programa de Ações Afirmativas (CAF) da UFRGS, em 2017, exigiu ações da universidade para que a cultura dos povos fosse respeitada e valorizada, assegurando condições para a permanência nos estudos, a não desistência e o não “embraquecimento”. Entre as reivindicações apresentadas na carta, uma das mais importantes era uma casa indígena. As estudantes relatam ainda que algumas mulheres indígenas que já viveram na Casa do Estudante da UFRGS tiveram que esconder seus filhos, pois o regimento interno da casa não permite crianças.

As estudantes lançaram, no final da tarde deste domingo, uma campanha de doações, especialmente de alimentos e produtos de limpeza, que podem ser entregues no próprio local. As informações da campanha são as seguintes:

Para apoiar a Ocupação

PRECISAMOS DE: Alimentos e utensílios de cozinha, botijão, água, fios, canos, compensados, martelos, pregos, produtos de limpeza, sacos de lixo, luvas, vassouras e gerador.

OU CONTRIBUA COM QUALQUER VALOR:

PIX: CPF 03478244048
Jaqueline de Paula

CONTATOS:
(48) 98857-2882
(47) 9743-0515