jc
Poesia

Reciclagem

18 de junho de 2021

08/12/2021 10h09
Por: Fernando Gadret
Fonte: Paulo Guarnieri
30

Reciclagem

18/06/2021

 

A sociedade de consumo,

E o giro rápido do capital,

Impuseram, como rumo,

De um domínio, sem igual,

 

A embalagem descartável,

Que é jogada pelos cantos,

Criando cenário abominável,

E malefícios, que são tantos.

 

PET, metal, papel e vidro,

Que jogados sem cuidado

E, ao boeiro, conduzidos,

Pelo esgoto são carregados,

 

E são lançados ao leito do rio.

Pra natureza, uma desgraça,

Pro tratamento, um dispêndio

No que poderia ser de graça.

 

Bastava apoiar aos catadores,

Em vez de pô-los à sarjeta,

Institucionalizar os produtores

Do sanitarismo do planeta.

 

Também, há que ser pensado,

O tempo para a degradação

Deste resíduo ao léu jogado,

E aterrado em Minas do Leão.

 

É um valor social enterrado,

Exigindo, à terra, recuperação,

Conforme na lei registrado,

É uma ação na contramão.

 

O aterro sanitário, não engana,

É sujeira escondida sob a terra,

Antes, um tapete de grama,

Que, em si, muita vida encerra.

 

Trinta por cento, reciclável,

Transportado em caminhão,

E sessenta, compostável,

É recurso enterrado no chão.

 

Se o procedimento, então

Dos cuidados com o lixo,

Indo, ao fim, à preservação,

Tem na separação seu início,

 

Depende, então, de cada um.

De assumir enfim esta ação,

Como um esforço comum,

De humanitária valorização,

 

Desta casa que é de todos.

A defesa do meio natural

Antes de vê-lo esgotado,

Deve ser o rumo principal.

 

Sempre que o óleo utilizado,

For devidamente reciclado,

Além de permitir seu reuso,

Muito recurso é poupado,

 

No sistema de tratamento.

Se a água for contaminada,

Demanda, ao procedimento,

Muita verba a ser empregada,

 

Para então torná-la potável.

E se, em gesto de fraternidade,

Se doa todo o descartável,

A um excluído da cidade,

 

Se fecha um ciclo virtuoso,

De equilíbrio da vida,

Num gesto primoroso,

Em ação, que traz unida,

 

A essencial preocupação ambiental,

Ao humanitário interesse social.

 

Dedicado a minha esposa Sônia, que nasceu no dia do meio ambiente.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.