jc
Conquistas

Aprovado: 25 de Novembro - Dia Estadual pela Não-Violência contra Mulheres e Meninas

Aprovado o projeto de Lei PL 523/2019, que que institui o dia 25 de Novembro como Dia Estadual pela Não-Violência contra Mulheres e Meninas, de iniciativa da deputada Sofia Cavedon (PT).

16/04/2021 10h53
Por: Fernando Gadret
Fonte: Jornalista Marta Resing
190
Aprovado: 25 de Novembro - Dia Estadual pela Não-Violência contra Mulheres e Meninas

Aprovado o projeto de Lei PL 523/2019, que que institui o dia 25 de Novembro como Dia Estadual pela Não-Violência contra Mulheres e Meninas, de iniciativa da deputada Sofia Cavedon (PT).  

Sofia alertou para a necessidade de implementação de políticas públicas, que vêm sendo desmontadas pelos últimos governos. "Não podemos deixar as situações serem resolvidas no Judiciário", disse afirmando que a violência contra mulheres e meninas no país é um problema social grave. "Infelizmente a data ainda é imprescindível para chamar a atenção da sociedade para este problema tão atual. Esta proposição vem reforçar o entendimento de que no Brasil e no RS ainda são necessários muitas campanhas de conscientização e trabalho em redes de atendimentos e  educação  para mudarmos o quadro apresentado de violências percebidas e consumadas contra as mulheres e meninas", comenta Sofia.

"Precisamos conscientizar e mobilizar e para que mudanças culturais sejam realizadas para erradicar essa cultura que provoca milhares de feminícidios por somente ser mulher", enfatizou a deputada lembrando que o 25 de Novembro foi o primeiro Encontro Feminista Latino-Americano e do Caribe realizado em Bogotá, Colômbia, em 1981, em homenagem às irmãs Mirabal, assassinadas por agentes do governo militar e em 1999 instituído pela Organização das Nações Unidas o Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres.

Acesse aqui o PL 523/2019 https://bit.ly/3mQAayt

PoA, 13/Abril/21
Fonte: Deputada Sofia Cavedon - 51 998965729
Jorn Marta Resing - 51 996770941

Arte Mari Marinez

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.