jc
Política

MEC cancela premiação a professores no dia em que divulgaria resultados

Ministro Abraham Weintraub publicou decisão nesta terça-feira 27, data em que premiação anunciaria vencedores da etapa estadual

28/08/2019 16h30Atualizado há 1 ano
Por: Fernando Gadret
Fonte: Carta Capital
129

 

 

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, cancelou a 12ª Edição do Prêmio Professores do Brasil, que daria prêmios em dinheiro e outras gratificações a professores da rede pública. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União (DOU), nesta terça-feira 27.

 

 

O cancelamento ocorreu no mesmo dia em que a competição divulgaria os resultados estaduais. O projeto premiaria 486 docentes nesta fase, com certificados e medalhas. Na etapa regional, 30 vencedores receberiam 5 mil reais cada e medalhas. A nível nacional, o MEC reconheceria 6 professores com 8 mil reais cada, troféus e uma viagem em missão de estudo.

Participavam professores de seis categorias: creche, pré-escola, ciclo de alfabetização do ensino fundamental (1º, 2º e 3º anos), anos iniciais do ensino fundamental (4º e 5º anos), anos finais do ensino fundamental (6º ao 9º anos) e ensino médio. O edital pede que os educadores inscrevam relatos de práticas pedagógicas bem-sucedidas com seus alunos, sob resultados comprovados, para se candidatarem ao prêmio.

Conforme o Diário Oficial da União, o ministro justifica o cancelamento pela “necessidade de alinhar as ações deste Ministério com a implementação da Base Nacional Comum Curricular”. No entanto, o regulamento do projeto já citava a BNCC, conforme edição do DOU de 16 de abril

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.